domingo, 30 de novembro de 2014

Meus 20 anos daqui a um "tempo".

Antes de mais nada: estou esperando acumular os comentários para responder todo mundo de uma vez, porque me baguncei toda e agora é semana de prova, tudo mais, já viu, né? D:
Desde já, obrigada a quem comentou nesses dias em que só o pó da rabiola da minha pessoa veio dar as caras. ♥


Faz um tempo que não escrevo os meus clichês filosóficos sobre a vida. Acho que todo mundo já ouviu falar da tal "crise dos 20 anos" (ou similares), então, pois bem, cá estou eu pensando muito sobre esse assunto enquanto pego o metrô todos os dias para ir para a faculdade.

Parei pra pensar que nos últimos anos, pouco perto do tão temido número 20, como minha vida mudou e ficou mais turbulenta. Confesso que estou omitindo muita coisa, pois não vale muito a pena e que já passou a onda (não interessa muito agora de qualquer forma), mas não posso negar que tenho ficado meio pensativa e um tanto quanto estressada. Não estou falando de pessoas diretamente, mas sim do meu próprio "eu".
Refleti, cheguei a brigar com minha própria mente TODOS OS DIAS. Não gosto de lembrar muito do meu passado escolar do Ensino Médio e das escolhas e momentos de prisão nas quais não tenho nem um pouco de orgulho de recordar (tão pouco falar que tenho orgulho das mesmas) e o quanto me fizeram decair. Cheguei a dar os mesmos "loopings", inúmeras vezes, fazendo num ponto que cheguei a ficar insatisfeita e... Desistir. Obviamente não aparento, até porque tenho me distrair com outras coisas, no entanto, esse pensamento incomodo ainda me atormenta, ainda mais chegando nessa idade (Xiiii, confesso que me senti velha :x).
No entanto nesse meio de escolhas (erradas e algumas "certas"), acabei perdendo muita gente importante. Sabe se lá vão voltar pra minha vida, vão me esquecer, ou qualquer coisa do gênero, só sei que começo a corromper por dentro ao lembrar. Aqueles tempos inocentes, de alegria... Simplesmente acabaram virando lembranças. Boas ou não, apenas viraram.

É a partir daí a mudança no caminho que vai trilhar.


Ontem, estava revendo o filme O Diabo veste Prada. Apesar de ser um filme falando sobre vida profissional, mundo da Moda, etc e tal, achei que caiu como uma luva nesse momento e é irônico ser um filme que mostra como o curso que escolhi não é luxo, glamour, SPFW e Chanel todos os dias... O foco mesmo é sobre "escolhas", "decisões" e "vida pessoal". A protagonista, Andrea (também apelidada de Andy), acabou passando pelos mesmos maus bocados, quer dizer... A leve diferença é que não cheguei a trabalhar, muito menos para uma chefe que até o próprio demônio teria medo, no entanto, cheguei mais ou menos no ponto, onde meu foco começou a ser a faculdade. Comecei me dedicando muito e a sério. Deixei muitas vezes de sair e ter uma vida lá fora, mas era necessário, pois eu sabia que se não começasse a ajustar essa nova fase, nunca iria sair do lugar. Me senti realizada por nunca desistir do curso (muito menos em sair dele), só que a parte das pessoas que viviam ao meu redor, nem todas compreenderam. Já ouvi tanta bobagem, tanta gente olhando torto, pensamentos de "tá esquecendo da sua vida antiga, é? Esquecendo de você mesma, que vergonha". Deixei de ser eu mesma muitas vezes.

A vontade? Não mostrar quem realmente sou por causa dessa prisão de pensamentos negativos sobre a minha pessoa. O medo de ser julgada era uma das piores coisas. Poderia dizer que meu primeiro ano estava indo "bem" até levar vários chutes e pontapés. É, ano turbulento e triste para quem tinha acabado de completar 19 anos. Ah, vida maldita, hein? O amargo doce da vida de adulta.

Hoje, nesse exato momento, me orgulho disso? "Orgulho" não seria bem a palavra, diria que foi uma escolha que fiz, não há voltas, se há, vai demorar a se apagar. Para tantas pessoas e momentos tocou "With or Without You" no pensamento.

O que tirei de conclusão depois de rever? É maravilhoso? Bom, o filme sim, porém, diria que essa vida amadurecida não vai jogar os louros da vitória sempre em você e nem deixar a sua vida como deseja. Ás vezes tenho vontade de jogar tudo pro alto, gritar de raiva que todo mundo é incompetente e que não compreende... Só que, infelizmente tenho que entender que nem todo mundo cresce junto, e que cada um segue por caminhos diferentes. Uns voltam, outros não. Querendo ou não, sua mentalidade muda, mesmo sabendo que nem todo mundo vai aceitar, não tem escapatória.

Dizem que essa crise é necessária, já que é uma fase de decisões, rumos e saber escolher o que te faz realmente feliz e realizada.


"Se quiser continuar, escolhas são inevitáveis."

Maldita "crise dos 20 anos". Tanta e pouca coisa me tirou em pouco tempo.
Não é nenhum momento de extrema tristeza, mas o caos dentro do meu cérebro e da minha alma vem se alastrando cada vez mais.

O tempo vai passando rápido, nossas decisões devem vir junto, assim como a incerteza dos erros e acertos, e expectativas nem sempre vão se tornar aquilo que esperamos.

Só espero que, pelo menos parte de mim, esteja em paz e que nunca vá embora e minha mente esteja fortalecida para o impacto que vier nesses dias e nesses anos.



Espero que eu não seja a única a passar por isso... :X
Até a próxima ~

Um comentário:

  1. Oiii ^___^ meu blog eh gamer/ otaku mas de vez em qnd também tenho meus desabafos filosóficos, escrever sobre eles é realizador, né? ainda mais quando ninguém ao seu redor quer saber (meu caso)
    Acabei meu ensino médio esse ano ;x Awn, Diabo Veste Prada ♥ , no ensino médio eu fazia curso técnico em secretariado integrado ao ensino médio e a minha professora passou esse filme para assistirmos (na verdade eu queria fazer informática, mas achei que não passaria, e com a minha pontuação eu iria passar T_T) , enfim, estou em uma fase de transição ensino médio -> responsabilidade e logo precisarei de um emprego .-.
    Jajá em fevereiro farei 19 anos e depois 20 :/ tomara que tudo de certo e espero que para vc também ^____^

    Até ♥ Sucesso
    Blog:ShyandBrave

    ResponderExcluir

Antes de tudo: tenha bom senso ao fazer seu comentário.
Qualquer inconveniência, spam e "seguindo, me segue de volta" será ignorado (e apagado).

Obrigada por comentar e visitar meu blog! ♥