sábado, 20 de junho de 2015

10 coisas que aprendi nesses 6 meses de trabalho interdisciplinar + S O B R E V I V I ! ! ! ! ~

... Olá! Cá estou com a cara da derrota, mas com uma nota vitoriosa!

Depois de tanta correria (multiplica isso por 47767448676767646464 vezes), tanta falta de vida, tanto estresse, dinheiro sugado e saúde debilitada (sim, esse é o combo)... SIM! ESTOU VIVA!
Nunca senti tão aliviada depois de tanto sufoco. Sério. Trabalho Interdisciplinar (que chamamos carinhosamente de Projeto de Moda, só que pra mim é a mesma coisa, com nome mais bonitinho) é um sufoco! Praticamente não tive vida nenhuma durante 6 meses (ok, grande coisa)!

O que importa é que sobrevivi para contar a história -nnnnnnnn
Modéstia a parte, o trabalho ficou ótimo a ponto da banca toda elogiar! Eu e meu grupo ficamos muito felizes, e assim como nós, nossas amigas de outros grupos também tiraram a nota máxima. É PRA GLORIFICAR, SIM! Só não comemoro muito, pois tem olho gordo, hehehe ~~


Em resumo do meu estado: apesar de tudo, me descuidei pra caramba (estou imaginando no TCC, pois é!), praticamente fiquei longe dos meus hobbies, estou atrasada com animes e filmes, tenho livros pra terminar de ler e muita organização a fazer. Imagina a zona que ficou meu quarto, praticamente não organizei, fui tacando e tacando as coisas, que até meu irmão tá me dando bronca para colocar as coisas no lugar e ainda não o fiz. Ainda não estou oficialmente de férias e tal, pois preciso pegar as notas que estão faltando. Por enquanto, não peguei nenhum exame... E espero não pegar, né? 8D
Tanta trabalheira, ninguém merece mais coisa! Por falar em férias, ainda estou colocando meu sono em dia, tenho que aproveitar enquanto posso, certo? Aí você olha seu "aluno online" e vê que não tem quase nada de atividades livres no seu horário e precisa escrever coisas pra contabilizar. /chora
No entanto, estou tentando encontrar coisas pra fazer e colocar em dia para eu não ficar mole e dando bobeira por aí.


Só sei que quando eu terminei tudo de trabalho e de prova... Fui assistir Jurassic World. Como chorei de emoção naquele filme, gente ç_____ç ♥
Lógico que teve umas falhas aqui e ali, mas nada muito "aff, estragou o filme"... Mas né... QUERO VER DINOSSAUROS, isso que conta! E estou desejando uma Velociraptor chamada Blue, porque sim!
E pra entrar no clima:


A sensação de nostalgia (do primeiro filme) só me fez lembrar de quando eu era criança. Quis ter um dinossauro de verdade, no entanto minha mãe achou melhor não e resolveu me dar miniaturas, o que seria melhor.

Para o post não ficar muito vazio assim, tentei pensar em algo legal pra colocar aqui antes de finalizar.
Depois de pensar muito, fiquei assim "ora essa, por que não?". Pelo título da postagem, acredito que vocês já tenham sacado (ou não). Depois de muito tempo, reclamando disso e resmungando daquilo, vamos lá: Quais foram as 10 coisas que aprendi nesses últimos meses?
(Obs.: A ordem dos fatores não altera em nada.)

weheartit @ RachPea

1. Todas as suas redes sociais e suas conversas serão focadas SÓ NISSO.
Me dava um colapso de nervoso só de sentir quando meu celular notificava ou vibrava. Confesso que não dou devido valor aos chats de conversa "aleatória", pois fico pensando que seria muito melhor no pessoal, no cara a cara... Só que concluí que nem sempre isso é bom e que o virtual facilita tudo... Principalmente se você mora longe. Ç^Ç

2. Não adianta fugir, sempre vão te procurar.
Quando te mandam mensagens a rodo perguntando onde você está, se está online... Sendo que nitidamente estava dormindo em cima do computador o que não dormi a semana inteira... Ou quando  nem sequer botei os pés em casa! Me sentia o Vash The Stampede quando isso acontecia.

3. Quando você se foca finalmente, a lei de Murphy está aí pra te trollar.
Quando estava digitando alguma coisa, pesquisando, etc e tal sempre vem fulano que não te via há eras te pedindo favores ou do nada, aquele amigo tá numa situação e pede conselho para minha pessoa no WhatsApp... TANTA HORA! POR QUE RAIOS ME PROCURAM A ESSA ALTURA?!
Isso inclui quando o trabalho do nada sumia, o pendrive quebrava, o computador ficava com vírus, o trabalho não salvava, a impressora não imprimia... Entre outras coisas mais...

weheartit @ xcherrytomato

4. Paciência com gente, uma coisa que realmente NÃO TENHO!!!!!!!!!!!
Por mais que esteja rodeada de gente legal que eu gosto e tal, não tem jeito: sempre vai ter algo pra atrapalhar. Nem tudo é perfeito...
Engoli muita coisa, mas soltei outras. E outras que a minha cara já dizia tudo, assim, dispensando palavras (o que era melhor assim, porque brigas e rancor não são comigo).

5. O POUCO tempo que você tem livre é para cochilar.
Não queria desanimar vocês, mas é...! Tudo bem que um cochilo ajuda pra caramba a manter o ritmo, mas às vezes nem sempre... E quando me tiravam do cochilo, não sabia se chorava ou se gostaria de queimar na fogueira o trabalho inteiro (segunda opção muito improvável, pois... Né? ;_;).

weheartit @ akashiseijuro

6. Comer fora NÃO é uma boa opção!
É comum que quando há muito trabalho a fazer, comer fora. Voltamos pra Lei de Murphy, onde tive uma intoxicação alimentar 3 dias antes da entrega e apresentação do trabalho. Lindo, né? E ainda tive que fazer prova no dia seguinte. Comprar obentô em determinadas lojas, nunca mais e no calor JAMAIS! Fora que você começa a enjoar dos mesmos lugares, começa a pesar tudo no seu bolso, ter que pagar a comissão dos garçons.. Ai, ai... Tristeza. Nesse ponto percebi o quanto trazer comida de casa é mil vezes melhor.

7. Você começa a perceber que intimidade é uma coisa cabulosa.
Não, isso não é um item ruim! Foi bom perceber que durante todo esse tempo estive com as pessoas certas, mesmo elas não sendo 100% perfeitas ♥


8. Enlouquecer faz parte!
Faíscas, fumaça... Tudo começa a acelerar na sua cabeça. No bom sentido, pois suas ideias estão fluindo e indo à todo vapor, mas por outro... Hm... Pelo menos eu, comecei a pirar e ver tudo relacionado ao trabalho. ARGH! <o>

9. Sua área de trabalho sempre estará uma zona.
Não que a minha nunca fosse, mas vira e mexe tem uns arquivos perdidos no celular, no computador, no email... É... Tudo vira zona! Incluindo sua vida real ;_;

10. Apesar de todo o estresse, da canseira que dá, tudo vale a pena se você se esforçar.
Por isso e não menos importante. Com esforço sempre valerá a pena. Nem tudo vai corresponder, no entanto, faz parte.


Com isso, encerro o post por aqui.
Até mais e até a próxima! :D

3 comentários:

  1. Acho que passe por algo parecido, porque como 4º e 5º ano no meu curso é organizado em ênfases, tem pouca gente nas matérias e tudo virou grupo de estudos. Gente, é muita coisa pra ler, seminário pra fazer (que na verdade é AULA, ENTÃO TEM QUE PREPARAR 2-3H DE SEMINARIO, VEJA BEM) e uuuugh, nem vou comentar. Mas é incrível que quando a gente começa a exigir demais se si mesma o corpo já vem com dois pés no peito né? Umas 2 semanas atrás eu fiquei constipada, meu nariz não servia pra nada, minha sinusite dando o ar da graça, a garganta sambando na minha vida... XD Agora a senhorita trate de se alimentar direitinho e descansar bastante!

    Ri muito com os itens da sua lista, principalmente ao perceber como eles são reais, inclusive no meu dia-a-dia XDDD Não sei se choro ou se deixo pra lá, mas né, faz parte, faz parte.

    Beijos Monnie <3

    ResponderExcluir
  2. Me identifiquei completamente por que acabei de concluir o TCC (falta só apresentar)
    Minha vida virou uma zona, e só agora estou pondo tudo em ordem e voltando pro meu blog, livros, animes etc.
    Quanta coisa errada deu com você, fiquei até com pena imaginando todo o estresse que você passou .-.
    Parabéns por ter tirado nota máxima <3 <3 Pelo menos seu esforço valeu a pena!

    ♥ Rendas e Doces

    ResponderExcluir
  3. OI Monica!

    Desculpa a demora por responder!
    E que saudades de voltar na blogsfera! xD
    O POUCO tempo que você tem livre é para cochilar. Exatamente!
    Na hora que quer fazer algo bate sono de cansaço e acaba gastando tempo cochilando do que outras que coisas que estava querendo fazer.

    Kiss!

    ResponderExcluir

Antes de tudo: tenha bom senso ao fazer seu comentário.
Qualquer inconveniência, spam e "seguindo, me segue de volta" será ignorado (e apagado).

Obrigada por comentar e visitar meu blog! ♥