sábado, 15 de março de 2014

Diminuindo o tempo da internet.

Olá, poucos alienígenas que aparecem! 8D
Bom, resolvi fazer um post que estava pensando há uns dias, não é um post desabafo, nem triste e nem nada de "oh, meu mundo vai cair!", não. É um post com algumas coisinhas que andei refletindo um pouco e creio que muitos já se sentiram assim também. Quer dizer, espero que eu não seja a única!

Andei notando que ando perdendo meu tempo demais na internet. Desde uma simples "stalkeada" em uns amigos atéééééééééé assistir vídeos aleatórios (muitas vezes eu repetia o mesmo vídeo). Fui repetindo esse ciclo e deixando eu mesma de lado. Tem uns fatores tristes que ainda não superei (e creio que não vou superar, não por frescura, mas sim porque me marcou muito mesmo), porém aos poucos tento controlar e mesmo assim, o único "refúgio" era a internet, na qual virava um mal necessário. Ou seja, o que era uma boa ferramenta, fui fazendo com que esquecesse de muitas coisas, simples tarefas por assim dizer. Perdia o foco (já sou desfocada, "pesco" de vez em quando e quando isso acontece? Vish, cara, desespero! O_O), perdia o fio da meada.
Não estou dizendo que quero sair da internet e me livrar da civilização. Estou falando que estou querendo diminuir as horas que fico por lá. Hoje em dia, penso que cada vez mais essa ferramenta que nos conecta com o mundo é uma Deep Web disfarçada! Hahahaha, sério mesmo. Desde que ganhei um celular, um pouco mais moderno por assim dizer, adivinha onde estava? Navegando na internet, mesmo que o sinal fosse uma droga (porque pra mim, pelo menos por enquanto, não compensa 3G, 4G, 9875458487441109999G, etc), estava lá esperando alguma imagem carregar (e ansiosa do jeito que sou, batendo o dedão na tela mil vezes pra ver se a imagem carregava mais rápido -q). Resolvi diminuir mais o consumo, já que não faço mais nada além de ver imagens, conversar com algumas poucas pessoas, ler blogs e ficar no Twitter e Instagram e resolvi encher a cabeça com outras coisas. Inclusive, tinha até postado no meu Facebook, quando fiz a propaganda da lojinha de uma amiga minha que estava entrando bem pouco na rede social. Confesso que tenho conseguido, mas lógico que tem uns fatores que me impedem de deletar ou abandonar: valor sentimental (não vou entrar muito nisso) e algumas obrigações (vulgo: faculdade)..

Como disse, diminui o consumo de internet e só estou usando algumas coisas por obrigação mesmo.
Ao contrário do que talvez muitos pensaram, não estou muito afim de ter "vida sociável", pois cada dia noto que a maioria das pessoas estão meio... Idiotas e poucas realmente se salvam. Mas enfim. Estou estou arrumando de novo minha vida, que parece que se bagunça mais e estou tentando também sobreviver com pouco. E ter um pouco de tempo pra mim.

Até a próxima!

Um comentário:

  1. Querida Mônica, sei como se sente. A internet é mesmo algo relaxante e aconchegante, as vezes dá vontade de viver apenas nesse mundo, mas lembramos que temos uma vida (real). O jeito é pensar nos nossos amigos, marcar para ir ao cinema, para ficar em casa comendo pipoca, ou apenas para conversar (bom, é assim que eu faço para me manter ativa em minha vida social, embora ela seja bastante divertida). Já tive tempos em que a internet era melhor que minha vida real, já tive tempos em que eu odiava ter que entrar na net para fazer sempre as mesmas coisas, mas hoje eu gosto dos dois lados, acho que devemos encontrar o lado bom em ambas as partes, mas sempre lembrar que a vida real é a que conta. Desejo tudo de bom para você, espero que possa conciliar esses dois "mundos". Conheci o blog a pouco tempo, e adorei seu jeito de escrever, parabéns =) Beijinhos.

    ResponderExcluir

Antes de tudo: tenha bom senso ao fazer seu comentário.
Qualquer inconveniência, spam e "seguindo, me segue de volta" será ignorado (e apagado).

Obrigada por comentar e visitar meu blog! ♥